O preço de uma sentença

O preço de uma sentença

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Novo vídeo na próxima segunda para finalizar o blog

Caros,

Este blog vai adotar o padrão da justiça brasileira e ficará congelado. Os posts estão salvos e como há havia prometido no passado, se tornará um livro. Na próxima segunda-feira (21) estarei publicando um vídeo onde explico com mais calma a minha oferta para a execução de marginais protegidos pela justiça. É o meu objetivo daqui por diante: Vingança. Mosconi em especial, precisa ser morto.

Enquanto o vídeo não vem, espero que vocês se divirtam com a informação abaixo:

Estes são os números do STF (Supremo Tribunal de Filhos da Puta). 96,5% dos casos acabam em impunidade total.

Um juiz, desembargador, ministro, promotor, procurador, ou muitos membros do judiciário, que iniciem sua carreira com patrimônio zero, se tornam milionários com apenas 2 anos de trabalho. Eles recebem mais de 500 mil reais por ano. Em alguns casos, somando o que ganham com propinas para paralisar processos ou conceder a impunidade à criminosos, poucos meses já são suficientes para se tornarem milionários. 

O sistema jurídico brasileiro é o mais caro, ineficiente e podre do mundo. São quase 100 bilhões de reais por anos gastos com a justiça e os resultados são medíocres, refletindo a qualidade de nossas "autoridades". Enquanto se tornam milionários em 2 anos, hospitais no Brasil estão reaproveitando seringas por não haver verba para a saúde.

O Brasil precisa urgentemente de uma guerra civil, em que a população tome o poder pelas mãos e despache estes marginais para o inferno, que é o lugar de onde nunca deveriam ter saído. O Brasil está entregue à marginalidade como todos temos vistos. São mais de 60 mil brasileiros assassinados por ano e os inquéritos são arquivados em massa, sem qualquer investigação. 

Por isso estou fazendo a oferta para que executem as pessoas envolvidas no caso Pavesi. Notem que a proteção à bandidos é tão forte, que estou oferecendo cidadania e dinheiro a quem matar um filho da puta desses e nem assim a imprensa comenta. Não pode falar no caso Pavesi para não prejudicar o lucro destes vabagundos.

Fiquem com os números da justiça e até segunda-feira.


segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Cuidado desembargadores

Depois da minha oferta pela suas cabeças, soube que a máfia estuda eliminar um de vocês para colocar a culpa em mim. Eles já fizeram isso antes. Vocês sabem! Vocês ajudaram a abafar o assassinato de Carlos Henrique Marcondes. Fiquem espertos com a máfia. Eles podem estar planejando o assassinato de um de vocês.

Isso faz parte na vida de quem defende bandidos, né?


sábado, 12 de novembro de 2016

Você é menor infrator? Quer viver na Europa? Esta é a sua chance de mudar de vida!

Caros amigos,

Como todos que acompanham este blog, sabem que a minha luta por justiça já dura 17 anos. Fui obrigado a pedir asilo, perdi tudo o que tinha e vivo distante daqueles que amo. Os assassinos foram condenados, mas compraram as sentenças para que eles saissem impunes. O TJMG é um tribunal de bandidos corruptos e estão protegendo assassinos de crianças.

CARLOS EDUARDO VENTURELLI MOSCONI é o chefe desta máfia. Em uma entrevista logo após as condenações em 1a instância (imagem ao lado) ele disse que tinha plena convicção que os médicos seriam inocentados em instâncias superiores. Ele não disse isto a toa. Isto faz parte de um acordo em que desembargadores venderam sentenças para que isso acontecesse. 

Ao contrário do que previu Mosconi, os médicos não foram inocentados. Criou-se uma alternativa para que eles ficassem impunes. Em uma das alternativas, o próprio desembargador Flavio Batista Leite admite o homicídio, mas trabalha para que a impunidade impere. 

O último passo foi dado neste mês. O desembargador Alberto Deodato Maia Barreto Neto decretou a suspeição do juiz Narciso Alvarenga Monteiro de Castro, abrindo as portas para a anulação de todas as condenações. O julgamento da suspeição estava 2x0 para arquivamento. O Filho da puta Deodato pediu vistas, negociou um valor e deu a suspensão, alterando os votos dos demais.

É impossível lutar dentro da justiça. E por isso resolvi mudar o rumo já há algum tempo e estou trabalhando para isso. Vou usar a justiça (ou a falta de justiça) para me vingar. Também sei manipular as leis em meu benefício. E assim será.

Portanto, fiquem atentos à proposta abaixo:




Este é CARLOS EDUARDO VENTURELLI MOSCONI, chefe da quadrilha que matou meu filho de 10 anos de idade. Ele ganhou por volta de 25 mil reais com a venda de órgãos do meu filho e comprou a impunidade. A justiça brasileira está protegendo este assassino. Sequer é investigado. Ele já cometeu diversos crimes como sonegação fiscal, mandante de assassinato do administrador da Santa Casa, fraude em licitações, entre outros.

Preste atenção

Se você é menor de idade, infrator, eu faço a seguinte proposta:

Se você matar Carlos Eduardo Venturelli Mosconi, eu pago à você £1.000 libras. Assumo ser o mandante. Você ficará numa instituição por 3 anos. Depois disso eu adotarei você como meu filho e te darei a cidadania italiana. Você poderá viver na Europa e mudar a sua vida.

Se você matar um filho de Carlos Eduardo Venturelli Mosconi, eu pago à você £1.500 libras e os mesmos benefícios citados acima.

Se você matar um neto de Carlos Eduardo Venturelli Mosconi, eu pago à você £2.000 libras e os mesmos benefícios citados acima. 

Eu vou voltar para a Itália. Mataria Mosconi hoje, pessoalmente, se estivesse no Brasil. Mas se eu voltar ao Brasil serei morto ou preso imediatamente para que Mosconi seja protegido. Os valores são bem inferiores do que Mosconi ganhou matando meu filho e outros pacientes (8 pelo menos). Mas a cidadania não tem preço. Se você é menor infrator e aceitar este pedido, sua vida vai mudar.

A oferta vale para os outros médicos e também para desembargadores. Para desembargadores eu pago um extra de £500 libras. 

A minha extradição poderá levar anos e será negada pelo governo Italiano, onde tenho boas relações. Vocês querem impunidade? Vamos lá!

Outro detalhe: O assassinato deverá ser limpo, com um tiro na nuca, pelas costas.

Se está disposto a mudar a sua vida, envie um e-mail para paulopavesi@gmail.com e uma vez tudo certo, passo fotos, endereços e locais onde podem ser encontrados. 

1000 libras é aproximadamente 4 mil reais.
1500 libras é aproximadamente 6 mil reais.
2000 libras é aproximadamente 8 mil reais.

Para o assassinato de desembargadores, solicite a lista. São 2 mil reais extras.


A justiça precisa ser feita antes que eles matem mais pessoas inocentes. 

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Tudo depende da fonte.

Caros. Estou escrevendo este texto pois acho relevante. E como sempre vou demonstrar através de provas.

Começou a circular uma história de que nas regiões de Itapecerica da Serra, Embu, Juquitiba, Taboão, Santo Amaro, Valo Velho uma Ecosport e uma Hilux estariam rondando o bairro com a intenção de raptar crianças para fins de tráfico de órgãos. Em princípio, eu não acredito em histórias deste tipo, porém recebi e-mails contando certos detalhes, como por exemplo, uma operação da polícia na região que realizou diversas blitz procurando pelos veículos.

Obviamente a polícia nega tudo. Diz que não existe nada disso e que tudo é um boato. Um site muito conhecido ultimamente é o BOATOS.ORG que também desmentiu o assunto. Segundo o site, eles afirmam que a história é um boato. Num passado recente, o mesmo site disse que o sacrifício do cachorro de Dilma Roussef era boato, afirmando inclusive que teve contato com as pessoas que estavam com o cão. Mas não era boato! Era verdade. Ou seja, tudo depende da fonte que você consulta. Neste caso, consultaram a imprensa e a polícia, ambos que se negam a falar sobre o assunto e desmentem tudo. O BOATOS.ORG não publicou um texto meu, publicado nos comentários. Ou seja, o próprio site que afirma ser boato, não permite que eu publique os fatos como são.

Só para ilustrar, há pouco tempo o Ministério da Saúde publicou o seguinte Twitter para mim. 


Sim meus caros! O Ministério da Saúde nega a existência de tráfico de órgãos no Brasil e todos nós sabemos que ele existe. Vivemos numa ditadura, onde estão matando nossos filhos e escondendo a verdade.

Segundo os e-mails que recebi, as crianças estão sendo induzidas a coma e levadas à hospitais como indigente, onde passam por retirada de órgãos quando ainda estão vivas, exatamente como fizeram com o meu filho. Portanto, faço um apelo aos pais que fiquem atentos. É uma máfia poderosa que domina a imprensa, a polícia, o ministério público e até a justiça deste país. Não duvido dos relatos pois sei muito bem do que são capazes. No meu caso, com provas e evidências contundentes eles abafaram tudo. Imagina no interior de um estado onde somem crianças diariamente.


A máfia nunca foi tão poderosa. Fiquem atentos. Pode não ser um boato. A maior dificuldade em lutar contra este tipo de crime, é que o próprio Estado está do lado dos marginais.


A médica acima já está solta. O caso se arrasta e deve prescrever como todos os outros envolvendo o assassinato de pacientes na UTI. Hoje, tudo é possível. Lembre-se, o Estado está do lado de quem está matando pessoas inocentes.

Não confie no que dizem as autoridades. Eles estão ajudando estes marginais. Cuidem dos seus filhos. Fiquem alertas. O momento é de alerta.

Recado dado!

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Hora de mudar o rumo

Caros amigos que acompanham o blog.

Não há mais nada a ser feito. A máfia dominou completamente o judiciário mineiro pagando propinas à desembargadores para que os processos continuem paralisados. Estamos caminhando para 17 anos e tudo indica que os crimes prescreverão.

Este fato eu adiantei no meu livro. Eu escrevi que a culpa já estava comprovada, e que somente uma jogada suja e política para conceder a impunidade poderia livrá-los. E foi o que aconteceu. 

Eu vou dar um tempo neste blog. 

Agradeço a todos que acompanharam este blog. Se tiver algo relevante eu publicarei.

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

O Brasil é um Estado de bandidos.

Vocês estão acompanhando a guerra entre Renan Calheiros, juizecos de primeira instância e o Supremo Tribunal Federal né? O Juizeco mandou prender os capangas de Renan Calheiros e o STF (corporativista) tomou as dores na pessoa da Ministra Carmem Lúcia. Diga-se de passagem, o STF mantém em suas gavetas (expliquei isto no vídeo) 11 inquéritos de Renan, que não andam nem com reza brava. Renan tem o STF nas mãos, tanto que em discurso recente alegou que salvou Gleisi Hoffmam e o marido do STF. Se ele fez isso é porque tem poder no STF. E o STF não fez nada, admitindo ser verdade.



No Brasil é assim. Você paga, corrompe, chantageia, ameaça e tudo funciona tranquilamente. O Estado é formado por bandidos.

Sendo assim, você não vai se espantar com o que vou escrever agora.


A Câmara Municipal de Poços de Caldas, que já levou assassino para fazer palestra, fez questão de mandar um  abraço para o Toninho das Moças. Aquele desembargador que protege a máfia dos tráfico de órgãos e tentou impedir textos no meu blog. Se você não lembra quem ele é, basta assistir ao vídeo abaixo. A homenagem À Toninho das Moças foi aprovada pela grande maioria dos vereadores de todos os partidos. O tráfico de órgãos sustenta muita gente.

Toninho das Moças é um vagabundo do TJMG, que até pouco tempo era corregedor (kkkkkkkkk) da justiça. O apelido vem das overdoses de viagra e as moças que ele pega por ai para se divertir em tempo livre (que é o que mais tem).

Antonio Servulo dos Santos - Vulgo Toninho das Moças
Desembargador de Minas Gerais apoiador da máfia de tráfico de órgãos

A Câmara Municipal de Poços de Caldas, não poderia se furtar de homenagear um bandido de tamanha qualidade, só comparada aos traficantes de órgãos que fazem palestras naquela casa de leis. Chegamos a um estado marginal, em que a bandidagem tomou conta e atua livremente.

Parabéns Toninho das Moças!!! Também gostaria de mandar o meu abraço aqui da Inglaterra onde lixos como você não existem, e se existem, estão presos.


Toninho das Moças tem 66 anos. Em breve se aposentará e morrerá de uma doença qualquer. Eu não posso estar no Brasil para adiantar o serviço, mas confio na natureza.